Receba Novidades

 
Nome
E-mail

translate

Modelamento Geomecânico 3D Computacional

13/10/2017 - Artigos
Modelamento Geomecânico 3D Computacional
A caracterização e classificação geomecânica de maciços é normalmente realizada tendo como base a avaliação e interpretação dos dados de campo, de sondagens e ensaios de laboratório, que inclui as propriedades dos maciços e de suas descontinuidades. Tais informações permitem obter uma “assinatura” geomecânica dos litotipos identificados nas áreas de projetos, a fim de prever o comportamento do mesmo e subsidiar os estudos geomecânicos de forma geral.
 
A interpretação desses dados, aplicada ao terreno, é demonstrada graficamente a partir de seções geológico-geotécnicas (modelagem 2D), onde podem ser plotadas as propriedades geomecânicas, com objetivo de facilitar o entendimento de uma situação problema e assim visualizar um conjunto de soluções de projeto.
A combinação dos mapas e seções interpolados em um único sistema de visualização gera um modelo tridimensional, que tem inúmeras vantagens em relação ao modelo bidimensional, pois além de uma representação mais próxima da realidade do local estudado, ainda é possível analisar seções em quaisquer direções, calcular o volume, visualizar geometrias e tendências de cada subdivisão, neste caso, as propriedades geomecânicas dos maciços.
 
Os programas de modelamento 3D permitem combinar as habilidades de interpretação de dados com a aplicação de inovadoras tecnologias de modelagem o que possibilita a construção de modelos 3D dinâmicos. Assim e possível utilizar alguns softwares de modelamento geológico para interpretação de modelos geomecânicos, representando assim informações diferenciadas sobre a qualidade dos maciços rochosos.
 
Os trabalhos desenvolvidos de forma convencional, associados às ferramentas de programas de modelagem 3D permitem a integração de vários conjuntos de dados em 3D e 2D, além de uma avaliação rápida da condição geomecânica de locais específicos. Esses softwares associadas ao conhecimento da área, tais como mapeamento de superfície e informações de sondagens possibilita uma perfeita incorporação de resultados nas diversas fases de desenvolvimento de projetos.
 
A BVP desenvolve projetos utilizando modelamento geomecânico 3D, porque atesta ser extremamente vantajoso quando da compilação de um volume muito grande de informações geológico-geotécnica, dando maior confiabilidade aos modelos e otimização de tempo, além das representações mais realistas dos maciços para aplicação em projetos de engenharia.